Os desenhos fazem parte da rotina das crianças em muitos lares. Mas ao contrário do que muitos pais acreditam, eles não servem apenas para distrair e entreter seus filhos. Isso porque eles também têm o potencial de ensinar aos menores diversas noções sociais.

É por essa razão que a escolha dos programas voltados para os pequenos deve ser repensada, para que as opções as quais eles estarão expostos tenham um impacto positivo no seu desenvolvimento.

Afinal, quando as essas séries animadas possuem um tom lúdico, são capazes de estimular a socialização, o aspecto psicomotor, o raciocínio e a criatividade infantil. Esse último, inclusive, é um dos pontos mais beneficiados, pois os pequenos expandem suas habilidades motoras, sua inteligência cognitiva e a comunicação.

Por isso, listamos 4 desenhos que reúnem essas características para os seus filhos acompanharem a partir de hoje. Confira!

1. Galinha Pintadinha

O único desenho da nossa lista que é roteirizado, dirigido e produzido em solo brasileiro é a Galinha Pintadinha.

Não é à toa que ele se tornou um grande fenômeno nos últimos anos com o público infantil, especialmente o pré-escolar, pois consegue passar com mais precisão algo que faz parte da rotina das crianças: as cantigas nacionais.

Entre elas estão: “Sapo cururu”, “Se essa rua fosse minha”, “Marcha soldado”, “Atirei o pau no gato” e “Escravos de Jó”, que são canções passadas de geração em geração.

Além disso, os episódios possuem histórias formuladas com exclusividade para os menores, com narrativas simples, fáceis de acompanhar e atividades musicais para que eles não fiquem apenas parados em frente à TV, mas que também se divirtam.

Com gráficos expressivos, que despertam a curiosidade e aguçam os sentidos dos pequenos, o desenho intensifica a criatividade infantil com o uso de cores, músicas repetidas e fáceis de assimilar, além do aspecto lúdico no desenvolvimento da fala, da audição e da dicção.

E é justamente essa a grande façanha do projeto, pois além de entreter os seus filhos com um conteúdo rico e diverso, ele também busca estimulá-los a se movimentarem, ampliando a noção de espaço, o equilíbrio e a coordenação motora.

2. Peppa Pig

Outro grande desenho de sucesso e que possui um enorme potencial educativo para as crianças é a Peppa Pig. Na série, acompanhamos a pequena porquinha Peppa, que tem 5 anos e mora com o seu irmão George e o papai e a mamãe Pig.

O enredo apresenta a rotina dessa família em uma cidade fictícia enquanto a protagonista explora o mundo a sua volta, faz novos amigos e aprende sobre as coisas importantes da vida.

Os episódios, diferente de outros programas do gênero, são bem curtinhos, com cerca de 4 minutos, pois o intuito é trazer uma “lição do dia”, seja ela sobre a importância da generosidade, da amizade, do respeito ao próximo ou do bom-humor, por exemplo.

Mas não para aí. De um jeito leve, descontraído e lúdico, as histórias ajudam os seus filhos a desenvolverem o senso de companheirismo, de autoconfiança e autoestima enquanto veem a Peppa imersa em atividades similares a que eles fazem, como ir à escola, estudar, alimentar-se etc.

Tudo isso sempre é trabalhado na esfera cognitiva do menor, que tem sua imaginação testada a todo instante enquanto o desenho desempenha um processo de ensino-aprendizagem.

Ou seja, ele busca promover um desenvolvimento integral, que não apenas foque a criatividade infantil, mas que também vá além e aborde os aspectos social e afetivo dessa fase da vida.

3. Barney e seus amigos

Ele pode ter sido inventado em 1992, mas continua atualizado e o principal: produzido com conteúdo educativo para as crianças. Estamos falando do Barney e seus amigos, um seriado que já está no ar há mais de 20 anos e continua agradando o público infantil. E não é pra menos.

O simpático e divertido dinossauro roxo que dá nome à série não cansa de explorar e descobrir coisas novas. Para Barney, que é inventivo e cheio de imaginação, o mundo oferece uma infinidade de aventuras para compartilhar com seus amigos.

E é ao lado deles que ele propõe aos pequenos que o assistam a dançar, cantar, ler e brincar tal qual ele faz. E é por meio desse convite que os menores fortalecem os ossos, as articulações e a musculatura enquanto aumentam sua coordenação motora.

Além disso, a musicalização e a constante interação da personagem com os seus filhos, pela TV, estimulam a criatividade infantil e o raciocínio lógico para responder e decifrar suas perguntas, o que aumenta a curiosidade e o gosto pela leitura.

4. Os Backyardigans

Por fim, porém não menos importante, temos os Backyardigans. O desenho, que é uma série 3D, narra as aventuras de 5 amigos que são vizinhos e sempre brincam juntos. Seus nomes são Tasha, Pablo, Tyrone, Austin e Uniqua.

A cada episódio as crianças se reúnem no quintal de algum deles e o imaginam como o cenário (e palco) de grandes aventuras. Às vezes um castelo, outras uma floresta encantada e por aí vai.

O grande diferencial desse programa é que ele é uma história com fundo musical, que conta com, no mínimo, 4 canções que passeiam por diferentes estilos, como o jazz, o R&B, o tango, o rock, o samba etc. Dessa forma, eles utilizam a música como uma ferramenta extra ao ludicismo dos enredos fantasiosos e cheios de imaginação para estimular a criatividade infantil.

Afinal, as melodias repetidas durante o episódio são capazes de ampliar a criatividade à medida que intensificam o desenvolvimento mental dos pequenos, provocando também outros impactos benéficos, como o efeito terapêutico — diminuindo a ansiedade e o nervosismo — e uma maior disposição e sensação de felicidade.

Aproveite nossas sugestões de desenhos que desenvolvem a criatividade infantil para transformar essa fase em um período repleto de descobertas e estímulos ao cérebro, para que os pequenos despertem a imaginação, a curiosidade e o aprendizado orgânico durante o seu lazer em frente à televisão.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então não deixe de compartilhar este texto nas redes sociais com seus amigos que também são pais!